Perguntas Frequentes

Como posso inscrever-me no PSD?

Preenchendo a ficha de inscrição, anexando cópia de B.I. ou do Cartão de Cidadão e comprovativo de morada com menos de 3 meses, e enviar diretamente para a Sede Nacional através do e-mail implantacao@psd.pt ou por correio postal.

Ainda tenho dúvidas se quero ser militante, mas gostava de participar e ajudar a construir ideias para o meu país. Posso fazê-lo?

Através do Conselho Estratégico Nacional qualquer cidadão, mesmo que não seja militante do Partido, pode participar nos debates internos e na construção de ideias políticas.

Pode escolher quais as áreas temáticas que mais lhe interessam. Exemplo: Reforma do Estado, Autonomias e Descentralização; Saúde; Educação, Cultura, Juventude e Desporto; Relações Externas; Finanças Públicas; Justiça, Cidadania e Igualdade, entre outras.

Preencha a ficha de inscrição ou participe enviando-nos as suas propostas.

Posso ser militante numa localidade diferente da de onde resido?

Sim. Poderá ser militante na localidade onde reside, estuda ou trabalha ou onde é autarca, ou por naturalidade (enviar comprovativo).

Para se ser militante existe algum custo associado?

Sim. Existe uma quota anual no valor de 12 Euros para militantes do PSD e de 6 Euros para militantes da JSD.

Quais os métodos de pagamento da quota de militante?

Atualmente, o PSD permite o pagamento da quota de militante através de entidade e referência de multibanco, por débito direto (deve preencher o impresso), por cheque ou vale postal (CTT).

Se estiver dois anos sem pagar a minha quota, o que sucede?

O militante passa à condição de suspenso, deixando de poder votar ou ser eleito em atos eleitorais do Partido.

Como posso regularizar a minha situação de suspenso?

Deve ser enviado à Sede Nacional um vale postal (CTT) ou um cheque no valor de dois anos da quota em atraso, juntamente com o comprovativo de morada e contactos telefónicos e e-mail atualizados.

Mais informações podem ser solicitadas através do e-mail implantacao@psd.pt.

Como posso fazer para regularizar a minha situação de suspenso por vale postal?

Deve efetuar um pagamento por vale postal nos CTT, no valor em dívida até dois anos de quotas.

Dados para o preenchimento do vale postal:

  • Destinatário: Partido Social Democrata
  • Endereço do destinatário: Rua de S. Caetano, 9, 1249-087 Lisboa
  • Designação postal do remetente: pagamento de quotas (nº. de militante xxxx)
  • Designação postal do destinatário: pagamento de quotas

Deve remeter, depois, cópia do vale postal juntamente com o comprovativo de morada e contactos de telefone e e-mail para a Sede Nacional, na morada indicada antes.

Existe alguma forma de ficar isento do pagamento de quotas?

Sim, nos termos do artigo 4.º do Regulamento de Quotizações, beneficiam de isenção do pagamento de quota, total ou parcialmente, os militantes reformados ou aposentados cujo rendimento individual global anual na proporção de 14 meses seja igual ou inferior ao montante do IAS (em 2018 de 428,90 €).

Para o efeito devem apresentar um requerimento de isenção, juntando os documentos necessários (formulário).

Outras situações podem vir a conferir direito à isenção (exemplo: desemprego).

Se quiser apoiar o Partido com um donativo, como posso fazê-lo?

Nos termos da Lei de Financiamento dos Partidos Políticos e Campanhas Eleitorais, as pessoas singulares podem fazer donativos aos Partidos Políticos.

Para o efeito, basta entrar em contacto connosco através do preenchimento deste formulário, manifestando a sua intenção e nós entraremos em contacto.

Como posso estar informado sobre o PSD?

Através do Povo Livre, do nosso site e redes sociais oficiais.