De visita ao Algarve, e depois de falar com pescadores e ouvir empresários, Rui Rio anunciou que o PSD vai apresentar um projeto de retoma da economia, contemplando já os fundos europeus destinados a atenuar o impacto da pandemia em Portugal e com um “conhecimento exato da realidade”. Um programa que terá “um cuidado especial com o Algarve”, direcionado para as empresas “do turismo, da restauração e da hotelaria”, divulgou o líder do PSD.

Rui Rio diz que não restam dúvidas de que Portugal atravessa uma crise económica e social. “Há uma coisa que sei: muitas das empresas em ‘lay-off’ não vão conseguir reabrir ou trabalhar em força. Aqui, no Algarve, ainda é pior”, disse.

Comentando a devastação social que atinge muitas famílias algarvias, Rui Rio defende a intervenção de proximidade do Estado, através da Segurança Social, das instituições de solidariedade social e das câmaras municipais. “Tem de haver proximidade para dar essa ajuda e depois para que a economia retome e todas essas pessoas possam ser absorvidas pelo mercado de trabalho”, ressalvou.

Na quinta-feira, o Presidente do PSD reúne com profissionais de saúde em Portimão.