Na sequência de uma notícia publicada no Expresso online e das suas diretas repercussões nos diversos órgãos de comunicação social, com destaque para os textos publicados hoje na imprensa em geral, a propósito de uma alegada divisão no interior da própria direção do PSD, cumpre-me informar o seguinte:

A Direção Nacional do Partido Social Democrata está globalmente coesa, compreendeu exatamente a ideia transmitida pelo seu Presidente no que concerne à necessidade de combater a especulação imobiliária e concorda com esse objetivo político – que, em nome do interesse público, não pode deixar de o ser, apenas porque um outro partido também o entende como necessário.

Foi, inclusivamente, a Direção do partido que propôs ao Presidente a transformação da sua ideia em proposta concreta, a apresentar em sede de debate do Orçamento de Estado para 2019.

A indignação em relação ao conteúdo das notícias entretanto publicadas levou a que praticamente a totalidade dos membros da Comissão Política Nacional me tivesse transmitido, por escrito, o mais vivo repúdio, não só pela falsa ideia de divisão que estão a tentar criar na opinião pública, mas também pelo desgosto de verificar que a notícia que originou toda esta desinformação, tenha tido, necessariamente, a colaboração direta de alguém que, tendo estado presente, não se coibiu de usar um jornalista para a prossecução de pequeninos objetivos de guerrilha partidária.

 

O Secretário-Geral do PSD

José Silvano

                                                                                          

Lisboa, 15 de setembro de 2018