“Preferir a venda não é aceitar qualquer negócio e este é um mau negócio para o Estado”

 

Esta quarta-feira, no debate de atualidade sobre a venda do Novo Banco (NB), o PSD acusou o Partido Socialista (PS) , o Bloco de Esquerda (BE) e o Partido Comunista Português (PCP) de serem os responsáveis  do “mau negócio para o Estado” que foi a venda do NB ao fundo norte-americano Lone Star.

“O Governo só tomou esta decisão porque a cada semana BE, PCP e PS se juntam no seu apoio. Só existe este mau negócio porque este Governo decidiu, só existe Governo porque estes partidos o apoiam”, afirmou António Leitão Amaro.

 

O deputado social-democrata prosseguiu a sua intervenção salientando que “preferir a venda não é aceitar qualquer negócio e este é um mau negócio para o Estado”.

A venda do NB trará custos para os contribuintes. O PSD não tem dúvidas disso e afirma que “o Estado, com o Governo de todas as esquerdas, fez dois maus negócios com o NB: mau na venda parcial e com garantias e péssimo no perdão de dívida que o Governo das esquerdas fez aos bancos à custa de todos os contribuintes”.

“À palavra dada de não envolver mais dinheiro dos contribuintes e garantias públicas sucedeu a palavra desonrada do Governo que aceitou financiam com dinheiro dos contribuintes a garantia dada ao comprador”, acrescentou António Leitão Amaro.