Foi um “dever de cidadania” que a levou a aceitar o desafio que o Presidente do PSD lhe lançou: liderar a lista do PSD por Coimbra, às legislativas de outubro. Em entrevista ao jornal O Tabuense, Mónica Quintela reafirma a coragem para enfrentar esse desafio. “Move-me a busca incessante pela justiça e pela paz social, batalhando arduamente pelos objectivos que me imponho e em que acredito”, diz a cabeça de lista por Coimbra.

Mónica Quintela revela-se conhecedora dos desafios de todo o distrito e lamenta as situações pouco transparentes na reconstrução de habitações ardidas na sequência dos incêndios. “Não posso deixar de acrescentar que este tipo de situações prejudica extraordinariamente as populações, uma vez que distorce e põe em causa os fins da solidariedade e da boa vontade dos portugueses.”

Advogada de profissão, convive diariamente com os problemas das pessoas e conhece, de perto, a realidade do País e do distrito. E lamenta que Coimbra não esteja a conseguir fixar as suas pessoas.

Leia aqui a entrevista completa da cabeça de lista do PSD por Coimbra, Mónica Quintela, ao jornal O Tabuense.