“Sonho, ambição e realismo” foi o que Paulo Rangel pediu à plateia jovem do Youth4Europe, onde foram apresentados os mandatários para a juventude da campanha para as eleições europeias: João Calmeiro e Juliana Rocha. Precisamos de “ter os pés no chão” e capacidade de acreditar que é possível cumprir os objetivos, defendeu o cabeça de lista às europeias, resumindo que é necessária esta “energia combinada”, como a “e um investigador e uma lutadora de boxe”.

João Calmeiro tem 28 anos e um currículo na área da investigação na Saúde e Biomedicina. Foi premiado pela Fundação Calouste Gulbenkian com o galardão “Gulbenkian Prize – Estímulo à Investigação 2015” e está a trabalhar na sua tese de doutoramento focada no desenvolvimento de um tratamento pioneiro para o cancro.

Já Juliana Rocha, com 27 anos, foi atleta de alta competição, campeã nacional de boxe por cinco vezes, sendo licenciada em Criminologia, mestre em Comunicação Clínica e pós-graduada em Direito Internacional e Humanitário, dedicando-se à área dos Direitos Humanos. “Isto é ambição realista”, afirmou Paulo Rangel para descrever os mandatários jovens.

Organizada pela Juventude Social Democrata, a presidente Margarida Balseiro Lopes apontou os dois mandatários como exemplos da geração “made in Europe”, um dos motes da JSD para a campanha ao Parlamento Europeu. Esta é uma geração “que tem os seus projetos de vida e projetos pessoais mas sabe que tem de se preocupar com a sociedade” à sua volta, explicou a líder da JSD.

Já Lídia Pereira, número 2 da lista do PSD e presidente do YEPP (Juventude do Partido Popular Europeu), lembrou que os jovens querem “uma Europa de oportunidades para todos”. E que essa Europa se traduz em medidas como o alargamento da base social do programa Erasmus+, com reforço dos apoios sociais, “para que todos aqueles que querem aventurar-se e descobrir a nossa Europa possam fazê-lo”.