Para José Manuel Fernandes, a vitalidade do projeto europeu implica um esforço redobrado no desenvolvimento de políticas que fortaleçam a intervenção dos jovens numa Europa que tem como lema a “Unidade na diversidade”. O eurodeputado, que dedicou este fim-de-semana ao contacto com jovens dos distritos de Braga e do Porto, lembra que a atual geração é aquela que mais pode beneficiar do sucesso do projeto europeu.

José Manuel Fernandes acredita que a União irá colher os resultados se apostar em programas direcionados “à mobilidade” dos jovens. José Manuel Fernandes, que foi presidente da Associação Académica da Universidade do Minho, defende a criação de um Interrail gratuito para permitir aos jovens viajar pela Europa e, dessa forma, viver a riqueza da Europa – o património histórico, cultural e linguístico dos diferentes povos. “É na convivência e na valorização desta diversidade europeia que todos podemos viver melhor e termos regiões e uma União Europeia mais fortes”, explicou o candidato do PSD às eleições europeias.

José Manuel Fernandes, que está prestes a completar dois mandatos como deputado europeu, elogia “os esforços das instituições” no financiamento do programa Erasmus e no lançamento de iniciativas pioneiras, como aquela que deu origem ao programa “Eures – O teu primeiro emprego”.

O coordenador do Partido Popular Europeu na Comissão dos Orçamentos cita ainda o exemplo da iniciativa DiscoverEU, que a partir de 2021, vai fazer parte do programa Erasmus e que, ao abrigo do Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027, terá à sua disposição um financiamento de 700 milhões de euros. Prevê-se que 1,5 milhões de jovens venham a ser abrangidos por esta iniciativa. “É uma oportunidade para os jovens descobrirem as riquezas do património cultural da Europa, línguas estrangeiras, aprenderem com outras culturas e pessoas de outros Estados-Membros. É uma experiência que proporcionará aos jovens melhor compreensão de outras culturas e da história europeia”, sublinha José Manuel Fernandes, que assumiu a apresentação desta proposta, juntamente com os eurodeputados Manfred Weber (candidato à presidência da Comissão Europeia) e Wim van de Camp (eurodeputado holandês).

Comentando o momento político que a Europa atravessa, José Manuel Fernandes defende que “é importante reforçar as forças moderadas que defendem uma Europa com mais coesão social, territorial e económica, que apoiam a iniciativa privada, o empreendedorismo e a competitividade, porque só assim poderemos ter melhores salários, empregos e serviços públicos”. Sobre o contributo dos jovens para superar estes desafios, o eurodeputado deixa uma apelo: “Espero e acredito que a vontade o interesse assumido dos jovens venham a materializar-se já nas próximas eleições europeias, de 26 de maio, com uma participação responsável e em força, de forma a defender e estimular a União Europeia e os seus valores, face aos riscos e ameaças que pendem sobre o futuro e também o presente de todos”.