“Encarar o futuro sem medo” foi o repto lançado por José Manuel Fernandes aos jovens, em Póvoa de Lanhoso. O eurodeputado do PSD salientou os recursos da União Europeia para os domínios da formação, qualificação e reforço de competências. “Não podemos ter medo nem da globalização nem da digitalização, nós somos capazes”, assegurou.

“A União Europeia dá-nos o Fundo Social Europeu para reforçar as nossas competências”, explicou José Manuel Fernandes, este sábado. “Por isso, queremos a sua manutenção e não aceitamos cortes”, acrescentou o eurodeputado que tem explicado como o PSD trabalhou por uma proposta para o próximo quadro financeiro plurianual que não represente cortes de fundos comunitários para Portugal, nem na política de coesão nem para a agricultura.

José Manuel Fernandes lembrou ainda como o PSD pretende trabalhar para reforçar a economia com programas que promovam a competitividade à escala global, sobretudo ao nível da investigação e inovação, mas “sem nunca esquecer a inclusão”. “Nós não deixamos ninguém para trás”, rematou.

Além da inclusão, José Manuel Fernandes reiterou a importância de “uma economia forte e pujante” para “ter melhores empregos, melhore salários e melhore serviços públicos”. “Não temos medo das palavras ‘competitividade’, ‘produtividade’, ‘acrescentar valor’”.