Os deputados do PSD ao Parlamento Europeu dirigiram uma pergunta escrita à Comissão Europeia sobre a central nuclear de Almaraz. Os eurodeputados mostram-se preocupados com os recentes incidentes na central situada junto ao rio Tejo e lamentam o silêncio e a passividade do Governo português.

Em concreto, Lídia Pereira, Álvaro Amaro e Maria da Graça Carvalho questionam a Comissão se “tem acompanhado com a devida atenção a segurança desta central nuclear” e ainda se “tem conhecimento de alguma diligência do Governo português no sentido de acelerar o encerramento desta central”.

Os deputados europeus salientam que Almaraz, com dois reatores, é a maior central nuclear de Espanha, com 2010 megawatts de capacidade instalada. A central, que opera desde 1981, está implantada numa zona de risco sísmico e fica a 110 quilómetros da fronteira portuguesa.

“O encerramento desta central estava previsto para 2024, tendo este plano sido alterado em 2019 e reprogramado para 2028. Como é sabido, Portugal não tem qualquer central nuclear”, referem os eurodeputados.