A Madeira pode receber um polo de inovação digital, defendeu a eurodeputada Cláudia Monteiro de Aguiar, lembrando que existe uma verba de 9,2 mil milhões de euros ao abrigo do programa Europa Digital para o período 2021-2027.

“Esta proposta que a Comissão Europeia lança para o novo quadro financeiro plurianual faz uma referência às Regiões Ultraperiféricas e, portanto, aquilo que o PSD se propõe é que precisamente um desses polos de inovação digital seja criado na Madeira”, e destinado a facilitar o acesso de pequenas e médias empresas ao conhecimento, na área da tecnologia, explicou a candidata ao Parlamento Europeu, esta sexta-feira, em visita à Startup Madeira.

O objetivo é “realizar a estratégia do Mercado Único Digital”, declarou ainda Cláudia Monteiro de Aguiar, esta que é uma medida inscrita no manifesto que o PSD apresentou para as eleições de 26 de maio: “A concretização do Mercado Único Digital, a transição para uma energia limpa e o desenvolvimento da Inteligência Artificial (IA) representam a grande oportunidade de promoção de crescimento e desenvolvimento sustentável.”

“Existe, para o próximo quadro financeiro plurianual, um novo programa da Europa digital. Tem um orçamento de cerca de 9 mil milhões de euros para o período de 2021 a 2027. E, no fundo, o querer fazer ou realizar a estratégia do mercado único digital.”