PSD Partido Social Democrata, Acima de Tudo Portugal
Selecione uma opção
Europa
Fora da Europa
NOTÍCIAS
"Os dois primeiros anos deste ciclo político e governativo são anos perdidos"
20 de Março de 2017

“Gostaria que tivéssemos seguido uma linha de tempo mais prudente e favorável, sem tantos riscos”

 

Foi durante o almoço organizado pelo Fórum de Administradores de Empresas (FAE), em Lisboa, que Pedro Passos Coelho afirmou que, com o Governo de António Costa, Portugal tem perdido tempo e desperdiçado oportunidades.

Os dois primeiros anos deste novo ciclo político e governativo são dois anos perdidos”, considerou o Presidente do PSD defendendo que o Governo faria mais "pelo sistema bancário e pelos endividados" se a economia estivesse a crescer mais e lamentou que tenham sido abandonadas políticas como o alívio fiscal do IRC ou a captação de capital estrangeiro.

Sobre a resolução do crédito malparado, Pedro Passos Coelho referiu que este Executivo tem de assumir, de uma vez por todas, que a solução “vai custar dinheiro a alguém”, considerando que é faltar à verdade dizer que o problema ser resolvido pela Europa.

"Há quem pense de outra maneira e imponha custos demasiados a todos para que o problema se possa resolver. Uma solução para limpar crédito malparado ou custa dinheiro ao Estado e aos contribuintes, ou custa dinheiro aos acionistas dos bancos ou custa dinheiros às empresas ou custa dinheiro aos clientes dos bancos", assegurou considerando que o problema no sistema financeiro continua a existir.