PSD Partido Social Democrata, Acima de Tudo Portugal
Selecione uma opção
Europa
Fora da Europa
NOTÍCIAS
PSD PROPÕE: Estado deve definir estratégia no Património Desportivo
16 de Fevereiro de 2017
PSD PROPÕE: Estado deve definir estratégia no Património Desportivo

O PSD entende “recomendar ao Governo que defina uma estratégia de responsabilidade do Estado na gestão do Património Desportivo Português”, sendo necessário delinear e definir estratégias e métodos que permitam minimizar riscos de perda ou deterioração do património histórico e cultural do desporto nacional, muitas vezes único.

Com este projeto de resolução, o grupo parlamentar do Partido Social Democrata pretende que o Governo defina, até ao fim de 2017, uma estratégia integrada de Responsabilidade na Gestão do Património Desportivo Português e que, no primeiro trimestre de 2017, submeta as orientações estratégicas a discussão pública, envolvendo o Parlamento.

Um exemplo para a utilidade desta Gestão: a não conservação e dispersão deste património material pode levar ao desaparecimento e degradação de troféus, medalhas e outros objetos, mas também de fotografias, livros, recortes de jornal, entre outros testemunhos, motivados por mudanças de instalações, por encerramento, mas também por alteração dos seus quadros sociais.

Também o reconhecimento cultural das mais recentes estruturas desportivas, como os grandes estádios ou piscinas, coloca desafios à sua salvaguarda. Entre a classificação como bem cultural, a manutenção do uso, a eventual reutilização ou a elaboração de um plano de gestão dos valores culturais em presença encerram, entre outros, alguns dos reptos que se colocam no presente ao património do desporto.

Uma Estratégia de Gestão útil para a comunidade. Exemplo são as inúmeras associações desportivas, sem fins lucrativos, espalhadas pelo país que promovem a atividade física e hábitos de cidadania ativa a cerca de dois milhões de praticantes. São verdadeiros polos agregadores que, por si só, representam um vasto património material e imaterial. Os edifícios e o seu recheio contam a sua história e das comunidades que lhe deram origem.