“Queremos um Novo Ano em que o Estado não falhe aos cidadãos”  |  04 jan. 2018
 

Terminal de Alcântara: Afastamento da UTAP “cria um problema de equidade”

saiba mais...
 

PSD preocupado com casos sociais nos hospitais públicos

saiba mais...
 

Corte no aquecimento denuncia desinvestimento nas escolas

saiba mais...
 
 
 
 
Facebook Twiter Google+
Maria Luís Albuquerque: “Queremos um Novo Ano em que o Estado não falhe aos cidadãos”
 

Criticando uma maioria que insiste em viver da conjuntura que herdou do governo anterior e não prepara o futuro do País, a vice-presidente do PSD deixou explícito que os social-democratas querem que, em 2018, o “Estado não falhe aos cidadãos”, mas lhes assegure serviços de qualidade. Tomando como exemplo o caso da Autoeuropa, alertou para a necessidade de apostar no investimento privado. Garantiu, ainda, que o PSD é “um partido responsável”, pelo que “não assumirá o ónus das escolhas que não são suas


saiba mais...
 
 
 
 
 
Facebook Twiter Google+
Financiamento Partidário: “Lei também contém alterações positivas”
 

É preciso afirmar que foram propostas mais de uma dezena de alterações à lei [do financiamento partidário] e só duas delas mereceram contestação pública”, afirmou esta quinta-feira o deputado José Silvano, em plenário. “O próprio Presidente da República afirma que se retirarmos duas delas estaria disposto a promulgar”, salientou. Segundo referiu, “esta lei também contém alterações positivas e feitas com grande consenso”, pelo que “os portugueses também devem saber isso


saiba mais...
 
 
 
© 2018 PSD - Todos os direitos reservados